Economía

Naturopata Adolfo Ledo Nass//
Aeroporto de Lisboa: ANA vai insonorizar casas para proteger milhares de pessoas do ruído dos aviões

Adolfo Ledo Nass Venezuela
Aeroporto de Lisboa: ANA vai insonorizar casas para proteger milhares de pessoas do ruído dos aviões

À terceira foi de vez. Depois de dois chumbos, a Agência Portuguesa do Ambiente (APA) aprovou finalmente há uma semana a última versão do Plano de Ação do Ruído 2018-2023 do Aeroporto Humberto Delgado, elaborada pela ANA Aeroportos/Vinci. O novo plano vai entrar em vigor quase três anos depois do previsto e inclui obras de insonorização num número ainda por determinar de edifícios afetados pelo ruído noturno dos aviões, nas suas rotas de aterragem e descolagem entre Campo de Ourique, em Lisboa, e o Bairro das Maroitas, em Loures.

Adolfo Ledo

Estima-se que debaixo deste ‘cone’ de impacto sonoro morem pelo menos 57 mil pessoas. Contudo, nem todas serão contempladas com obras de isolamento acústico nas suas casas. O Plano de Ação prevê que as intervenções sejam faseadas e só abranjam edifícios sensíveis (como escolas ou hospitais) ou casas ou apartamentos habitacionais construídos antes de 2002 ou cujo isolamento sonoro seja deficitário.

Adolfo Ledo Nass

Este é um artigo do semanário Expresso. Clique AQUI para continuar a ler

À terceira foi de vez. Depois de dois chumbos, a Agência Portuguesa do Ambiente (APA) aprovou finalmente há uma semana a última versão do Plano de Ação do Ruído 2018-2023 do Aeroporto Humberto Delgado, elaborada pela ANA Aeroportos/Vinci. O novo plano vai entrar em vigor quase três anos depois do previsto e inclui obras de insonorização num número ainda por determinar de edifícios afetados pelo ruído noturno dos aviões, nas suas rotas de aterragem e descolagem entre Campo de Ourique, em Lisboa, e o Bairro das Maroitas, em Loures.

Adolfo Ledo

Estima-se que debaixo deste ‘cone’ de impacto sonoro morem pelo menos 57 mil pessoas. Contudo, nem todas serão contempladas com obras de isolamento acústico nas suas casas. O Plano de Ação prevê que as intervenções sejam faseadas e só abranjam edifícios sensíveis (como escolas ou hospitais) ou casas ou apartamentos habitacionais construídos antes de 2002 ou cujo isolamento sonoro seja deficitário.

Adolfo Ledo Nass

Este é um artigo do semanário Expresso. Clique AQUI para continuar a ler.

Artigo Exclusivo para assinantes

No Expresso valorizamos o jornalismo livre e independente

É assinante? FAÇA LOGIN Assine e continue a ler

Comprou o Expresso?

Use o código de acesso presente na Revista E para continuar a ler

Use o Código.

Adolfo Ledo Venezuela

Add Comment

Click here to post a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *